Ampla corta energia da Prefeitura

Hoje, Dia do Índio e Dia do Exército Brasileiro, tornou-se também o Dia do Corte de Luz da Prefeitura de Araruama.

O mais curioso são as diferentes (e praticamente divergentes) notas sobre o mesmo fato.

Por ordem alfabética, cito cada uma das notas:

Nota da Ampla (reprodução parcial, com cortes):

Segundo a nota da Ampla, divulgada na mídia e compartilhada no facebook, foi efetuado “o corte do fornecimento de energia elétrica de vinte unidades da Prefeitura Municipal de Araruama, incluindo a Sede da Prefeitura e principais secretarias, devido ao não pagamento de faturas por parte do município”.

A nota diria ainda que a Ampla “somente tomou a decisão de interromper o abastecimento de energia após tentar negociar o débito em várias ocasiões”. E encerra dizendo que “preservou o fornecimento de energia aos serviços essenciais como iluminação pública, hospitais, escolas, corpo de bombeiros e vias públicas”.

Comentário sobre a Nota da Ampla:

Ao ler essa nota entendo que não trata-se de um atraso de poucos dias, mas algo maior, afinal declaram que tentaram negociar o débito em “várias ocasiões”. Esse entendimento entra em certo conflito com a nota da Prefeitura, que veremos a seguir.

E ao final destaca que preservou os serviços essenciais, dando a ideia de que esses também estariam sujeitos a corte. É importante esclarecer esse ponto e corrigir a nota caso necessário.

Nota da Prefeitura de Araruama (reprodução integral):

“A Prefeitura de Araruama tem realizado todos os pagamentos de serviços regularmente. Com a substituição do gestor da pasta da saúde, uma instituição bancária atrasou a liberação da nova senha, o que ocasionou o atraso. A situação já foi devidamente esclarecida e a energia reestabelecida.”

Comentário sobre a Nota da Prefeitura de Araruama:

A nota da Prefeitura de Araruama trata o episódio como algo pontual, causado por uma incompetência do banco (seria o Bradesco?).

Ao declarar que “tem realizado todos os pagamentos de serviços regularmente” e que somente pelo atraso do banco na “liberação da nova senha” ocorreu “o atraso” (“o atraso”, escrito no singular, dando a ideia de tratar-se de apenas 1 pagamento atrasado, o que não combina com a Nota da Ampla que diz ter tentado “negociar o débito em várias ocasiões”).

Também é muito curioso que o pagamento da conta de luz de unidades da Prefeitura (e não das unidades de saúde apenas) dependa de senha do gestor da pasta da saúde. Seria a verba da saúde sendo usada para pagamento de contas de luz de unidades diversas, a Ampla cortando energia da Prefeitura pelo atraso de conta da saúde (punindo o adimplente no lugar do inadimplente), o gestor da saúde acumulando a gestão da verba de outros órgãos ou ainda outra explicação que não posso imaginar?

Conclusão:

A energia foi restabelecida no mesmo dia, segundo a Nota da Prefeitura de Araruama. Ótimo.

Mas ficou faltando uma nota do banco sobre a suposta incompetência do mesmo que teria causado o corte de energia, transtornos e danos morais. Como o nome do banco não foi informado na nota, não foi possível consultar a posição do mesmo. Questionamos a Ampla, confrontando-a com a outra versão, mas ainda não tivemos resposta.

Tendo ocorrido como a Nota Oficial da Prefeitura de Araruama, espero que o banco seja responsabilizado e a Prefeitura indenizada.