Decisão do Banco Central sobre Banco Neon SA não afeta conta digital “Neon”

[Foto: Richard Souza / AN]

A semelhança nos nomes de instituições de diferentes CNPJs chegou a preocupar alguns correntistas, mas nesta matéria estaremos explicando porquê a decisão do Banco Central do Brasil em relação ao “Banco Neon SA” não afeta os correntistas da conta digital “Neon”.

Primeiro é importante esclarecer que diferentes instituições financeiras usam nomes semelhantes (nesse caso, compartilham a palavra “Neon”).

O Banco Central determinou o cancelamento das operações da instituição denominada “Banco Neon SA”(antigo Banco Pottencial) , que desde 2018 não tem relação com as contas digitais “Neon”, apesar do nome atual seguir semelhante.

As contas correntes digitais “Neon” são da fintech “Neon Pagamentos” (e não do “Banco Neon SA”). Esta fintech, “Neon Pagamentos”, responsável pelas contas digitais “Neon”, tem CNPJ diferente (é outra pessoa jurídica) e é atualmente parceira do Banco Votorantim.

“Banco Neon SA” e “Neon Pagamentos”, foram instituições parceiras até maio de 2018, mas deixaram de ser.

Confira abaixo nota da Neon Pagamentos sobre o assunto:

A fintech Neon Pagamentos não tem nenhuma relação com o Banco Neon SA (antigo Banco Pottencial), que teve o cancelamento da autorização para funcionamento confirmado nesta terça-feira, 10, pelo Banco Central.

As duas empresas, que sempre tiveram CNPJs diferentes, foram parceiras até maio de 2018, quando o Banco Central liquidou o Banco Neon SA, medida que não causou nenhum dano maior à operação das contas digitais da fintech Neon Pagamentos.

A legislação brasileira exige que empresas de tecnologia firmem acordos com bancos caso queiram operar no sistema financeiro. Então, apenas três dias após a liquidação do BC, a fintech Neon Pagamentos fechou uma nova parceria, desta vez com o banco Votorantim.

Desde então, a Neon Pagamentos atingiu cerca de 2 milhões de contas digitais e continua lançando produtos para facilitar a vida dos seus clientes.