Os robôs que apoiam Bolsonaro e Lula

Segundo pesquisa da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas, Lula e Bolsonaro seriam os candidatos mais apoiados por robôs (perfis automatizados que simulam pessoas reais em redes sociais) no Twitter.

Em um quase empate, Lula teria 22,17% e Bolsonaro 21,96% dos robôs.

O uso destes perfis automatizados costuma buscar incentivar o “comportamento de manada”, no qual pessoas ainda indecisas seguem a maioria (nesse caso uma maioria composta por pessoas inexistentes no mundo real).

É possível que os favorecidos não tenham relação com os responsáveis pelos robôs que os apoiam.