PDT/RJ anuncia Martha Rocha pré-candidata à Prefeita do Rio

Foto: Richard / AN

Em reunião ordinária, realizada na sede carioca do Partido Democrático Trabalhista na noite desta segunda-feira (12/08), a Deputada Estadual do Rio de Janeiro foi anunciada pré-candidata à Prefeita da Cidade Maravilhosa pelo partido nas eleições de 2020.

A Delegada Martha Rocha (nome de urna utilizado na última eleição) filiou-se ao PDT em 2016, pelo qual concorreu à reeleição para mais um mandato de Deputada Estadual sendo reeleita com 48.949 votos em 2018.

Em janeiro deste ano a deputada teve seu carro alvejado por criminosos na Penha, bairro da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. Apenas o motorista do seu carro foi ferido na perna no ataque, sem gravidade. O episódio ocorreu após o serviço Disque Denúncia ter alertado sobre possível atentado de milicianos contra a parlamentar.

Ao anunciar Martha Rocha, o Presidente Nacional do partido, Carlos Lupi, afirmou que ela “transmite a segurança e a certeza de uma mulher que foi a primeira delegada da delegacia da mulher criada por Brizola, de uma mulher que foi Chefe de Polícia”. E disse ainda ter falado para pré-candidata que anunciava: “Martha, você vai ser a Prefeita do Rio, porque a partir da cidade do Rio de Janeiro vamos retomar o caminho que vai levar Ciro Gomes à Presidência da República”.

A falar sobre o Rio de Janeiro, Lupi disse: “Essa cidade é a mais bela do mundo, a mais bela do planeta, e não pode mais ser governada por alguém que não tem a noção do seu papel. Quem tá aí não tem noção do que é ser Prefeito”.

A fala de Martha Rocha, precedida por aplausos e gritos pelo do nome, começou com tradicionais cumprimentos e com a afirmação de ter aprendido com Carlos Lupi que “este partido está no caminho certo, por que a primeira palavra dita nesse partido foi resistência,

Citando que Lupi teria afirmado que “não vamos abrir mão dos nossos princípios” e que “o importante é nosso compromisso com nossa história”, Martha Rocha disse ser fácil dizer ser do PDT.

Falando aos pré-candidatos de outros municípios, Martha avisou que o primeiro desafio é mostrar que estão do lado certo, é levar as pessoas a saírem do obscurantismo que se encontram nesse momento. Que daqui a pouco as pessoas verão o que não ter levado Ciro Gomes ao segundo turno das eleições presidências de 2018 foi um grande equivoco que cometeram. Porque se Ciro Gomes estivesse no segundo turno a história do Brasil hoje seria contada diferente.

“O nosso compromisso é mostrar que nós temos a capacidade de fazer diferente. Porque uma gestão do PDT tem compromisso com a ética, com a vontade pública, tem compromisso de ouvir o cidadão”, disse Martha Rocha aos presentes, comentando a seguir os resultados insatisfatórios do Rio na educação e afirmando que “as nossas cidades não suportam mais amadorismo e está na na hora de ter uma gestão com inteligência, com sustentabilidade e compromissada com a justiça”, complementando com a afirmação de não poder aceitar que 1 em cada 3 famílias continue vivendo sem serviços públicos (situação que seria a do Rio de Janeiro).

Além da pré-candidatura de Martha Rocha, o evento anunciou a intenção de candidatura própria em dezenas de cidades do Estado do Rio de Janeiro (podendo chegar a 50 ou 60, segundo afirmou Carlos Lupi). Foram apresentados também pré-candidatos de outras 18 cidades (Areal, Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Guapimirim, Itaboraí, Itaperuna, Japeri, Macaé, Magé, Nilópolis, Nova Friburgo, Paracambi, Paty do Alferes, Pirai, Porto Real, Resende, São João da Barra e São Pedro da Aldeia), presentes no evento.