Senador Chico Rodrigues pede afastamento do mandato

[Foto: Waldemir Barreto / Agência Senado]

O senador Chico Rodrigues pediu, nesta terça-feira (20/10) afastamento do mandato pelo período de 90 dias. O pedido está relacionado com o episódio no qual a Polícia Federal o flagrou com R$ 33 mil dentro da cueca que estava vestindo.

Partidos políticos protocolaram representação contra o senador no conselho de ética do Senado Federal.

Já existia decisão do ministro Barroso, do STF, de afastamento do senador do seu mandato.

Como o afastamento pedido é inferior a 120 dias, o suplente (que é seu filho) não assumirá o mandato.

Atualização as 14:00:

O senador Chico Rodrigues alterou a duração da licença solicitada de 90 para 121 dias. Com essa alteração seu suplente, que é seu filho, assumirá sua vaga no Senado Federal e receberá o salário antes recebido pelo pai.