Tecnologia de segurança no carnaval do Rio

Com o objetivo de garantir e reforçar a segurança no Estado do Rio de Janeiro, a Secretaria de Estado de Polícia Militar vai implantar um projeto piloto, sem ônus para o Estado, para reconhecimento facial e de placas de veículos durante o Carnaval 2019, no bairro de Copacabana.

O projeto é uma iniciativa de parcerias entre a Policia Militar e Civil, Detran, Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro e da operadora de telefonia Oi. O programa terá sua tecnologia testada e fi concebido por um software desenvolvido pela Oi.

Segundo informações, caso o projeto seja aprovado, ele servirá de referência para uma licitação e terá possibilidade de participarão de mais empresas.

O Coronel Rogério Figueiredo, secretário de Policia Militar disse que durante os festejos do carnaval é possível detectar a presença de um carro roubado ou de um criminoso. O programa enviará informações online para uma central no Centro Integrado de Comando e Controle, o CICC, onde as placas dos carros e também as imagens de faces serão analisadas, tendo como base o banco de dados do Detran e da Policia Civil.

Registro de ocorrências de baixo potencial

O programa deve ser implantado também na Ilha do Governador para o registro ocorrências de baixo potencial, sendo casos como desentendimento entre vizinhos, onde os militares estarão enviando o registro digitalmente, sendo interligado ao sistema do Batalhão da PM da localidade mais próxima e também da Policia Civil.

O objetivo otimizar o tempo dos policias que não precisarão levar os envolvidos a uma delegacia. Com a implantação do projeto também em baixas ocorrências, estima-se que em 30 minutos o registro será realizado e os policiais poderão estar retornando ao patrulhamento nas ruas da cidade.